© 2016 - 2018 Cris Loureiro writes

cris loureiro blogs

de visita ao Porto [guia]

INTRO: Hoje a convidada do blogue é a Matilde, do Cantinho da Tily. Eu, aproveitei a folga aqui para ir fazer as honras da casa lá, no Cantinho dela. A Matilde é uma mulher do norte e trouxe com ela memórias dos seus lugares preferidos das suas cidades Gaia e Porto.

Faz agora 6 anos que fiz de guia na minha cidade para uma colega francesa da empresa onde trabalhava na altura. Percorremos o centro da cidade a pé. Visitámos as caves do Vinho do Porto, em V.N: Gaia, atravessámos o tabuleiro inferior da Ponte Dom Luís I a pé e usufruímos da paisagem à beira rio já do lado da cidade do Porto, a conhecida Ribeira. Aproveitei também para visitar a Igreja de São Francisco - tenho uma historia engraçada sobre este sítio: as chaves que estavam na porta desta Igreja, uma delas foi parar ao fundo do Douro e a outra está na Alemanha do leste em casa de alguém que pertencia à turma alemã que veio visitar a minha turma no ano de 1994… enfim... coisas de miúdos - Fomos ao Museu Ferreira Borges, subimos a Torre dos Clérigos (acreditem que vale bem a pena desfrutar da vista no final da subida), pelo caminho ainda fomos à Livraria do Harry Potter, a Livraria Lello, e terminámos a lanchar nos sofás do Majestic

Não houve tempo para irmos ao meu sítio preferido da cidade: Os Jardins do Palácio de Cristal, que recomendo. 

 

 

Também recomendo um passeio de elétrico até à Foz. Na volta aproveitem para visitarem uma das estações mais bonitas do mundo, S. Bento da Vitoria. De seguida subam a Rua 31 de Janeiro, passem pela Praça da Batalha e parem na Praça dos Poveiros para fazerem uma petiscada na Republica dos Cachorros ou então podem sempre jantar uma francesinha no Café Santiago mais abaixo, em frente ao Coliseu. Para descansarem sugiro este hostel, mesmo no coração da Ribeira. Podem também pedir um pequeno-almoço através de BD - Breakfast Delivery Se tiverem tempo e disposição sugiro verem uma peça num dos teatros da cidade, Sá da Bandeira, Rivoli ou Teatro Nacional de São João. 

Não deixem de andar de teleférico, um dia não são dias e a vista é mesmo de cortar a respiração, mas podem sempre fazer o percurso a pé, desde o Miradouro do Jardim do Morro em Gaia. 

 

 

Uma das coisas que mais gosto de fazer quando vou a Portugal é de passear pelas ruas desertas da cidade, de manhãzinha cedo, pois era uma das coisas que mais gostava de fazer quando lá vivia. 

E se o tempo estiver de feição podem sempre ir ate à praia, na costa de Gaia, a meia distância da cidade. Visitem a praia da granja que inspirou escritores como Eça de Queiroz e Sophia de Mello Breyner Andersen

Ah e por último aproveitem para dar um passeio de barco e fazer o tour das pontes. Vão adorar :) 

 

  
* créditos das imagens: Matilde Ferreira

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now